Memorial Petronio Augusto Pinheiro
PRINCIPAL AMAZÔNIA BIOGRAFIA EMPREENDEDOR FAMÍLIA DOCUMENTOS ÁLBUM VÍDEOS AUDIOTECA LIVRO DE VISITAS
Grandes Pensadores e Empreendedores da Amazônia.
-A  A+

Foi com esses pensadores e empreendedores, à luz de seus brados e iniciativas, que o jovem Petronio Augusto Pinheiro ingressou nos anos 50. Além do mestre Cosme Ferreira, o qual fazia parte ativa dessa legião de pensadores, no âmbito da Associação Comercial do Amazonas, na época, uma entidade poderosa, co-responsável pelas ações e soluções para a economia e adversidades sociais de então. Esteve ainda ombreado com outros companheiros que fizeram da pena e da conduta um arsenal de resistência e persistência para reinventar a Amazônia, após a nova quebradeira da economia do látex. A lista é sugerida por Samuel Benchimol, em seu livro, "Amazônia, um pouco-antes e além-depois", reeditado pela Editora da Universidade do Amazonas, em 2010, ocasião dos 50 anos da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, fundada em 1960, tendo Petrônio Augusto Pinheiro sido eleito como primeiro secretário. O professor Benchimol lista os demais companheiros: Isaac e Jacó Sabbá, Isaac Benzecry, Adalberto Valle, Mario Guerreiro e Moysés Israel, pioneiros nos empreendimentos, que se juntaram a Agnello Bittencourt Filho, com o espólio de seu saudoso genitor, Mario Ypiranga Monteiro, Geraldo Pinheiro, Moacir Paixão e Silva, Djalma Batista, Armando Mendes, Adriano Meneses, Leandro Tocantins e Clovis Ferro Costa. Além deles, Vivaldo Lima, Araújo Lima, Alfredo da Mata, Arthur Reis, Sócrates Bonfim, Augusto Rocha, Leopoldo Peres, André Araújo, Nunes Pereira, e seus contemporâneos, Danilo Areosa, Nataniel de Albuquerque, Jacques Alves, Umberto Calderaro, Elias Benzecry, Carlos Souza, Fernando e Aurélio Monteiro, Vasco Vasques, Roberto e Phellippe Daou, Douglas Souza lima, David Tadros, Felipe Abrahim, José Castro, Edgar Monteiro de Paula, Manuel Lapa, João Braga, Moysés Sabá, Jaime Araújo, José Soares, Israel e Saul Benchimol, Zanone Magaldi, Ambrosio Assayag, Osmar Pacífico, Antônio Simões, José Ribamar Bentes Siqueira, este contemporâneo do Colégio Dom Bosco, juntamente com Moysés Israel. No varejo, a geração dos Jotas, que teimava em apostar no varejo, a despeito das dificuldades e da estagnação. J.G. Araújo, J.A. Leite., J.S. Amorim, J. Soares.

  Linha do Tempo

   
   
   
   
   
   
   
   
   
    2010

  Links Relacionados

Aqui é o meu lugar.
As Grandes Secas e a Hevea
A queda abrupta do preço da borracha
Sistema Preventivo Salesiano
Da borracha ao café
A Grande Crise.
Manaus de 1937
Cosme Ferreira e as questões amazônicas.
Anos 30 - O país de costas para a Amazônia.
O Estado Novo e o desenvolvimento fabril.
As formas de contestação à censura da década de 1930.
Lições da Floresta
A História da Associação Comercial do Amazonas - ACA.
A Família Baraúna.
A posição do Brasil na Segunda Guerra.
Segunda Guerra Mundial e a Batalha da Borracha
A Criação do INPA
O empresário Moysés Benarrós Israel
A Zona Franca de Manaus
José Ribamar Bentes Siqueira
O nascimento de Petronio Augusto Pinheiro - Uma constelação fulgurante
Quem foi Heitor Dourado
Entrevistados

  Tags

ACA / Categoria Amazônia /

  
 
® 2012 - 2018 Memorial Petronio Augusto Pinheiro
  |  DESENVOLVIMENTO