Memorial Petronio Augusto Pinheiro
PRINCIPAL AMAZÔNIA BIOGRAFIA EMPREENDEDOR FAMÍLIA DOCUMENTOS ÁLBUM VÍDEOS AUDIOTECA LIVRO DE VISITAS
Da borracha ao café
-A  A+

Por todo o país, a vida urbana e seus novos padrões de conduta, trazidos pela modernidade do modelo europeu, notadamente inglês, de consumo e investimento em infraestrutura, faziam da energia elétrica, serviço de transporte coletivo, comunicação, logística e água encanada, os ícones de um novo paradigma social.

Essa modernização não alcançava as camadas populares, formada principalmente por operários, artesãos e desempregados, cerca de 70% da população, que vivia em situação precária, por conta da "política de valorização do café", responsável pela desvalorização da moeda nacional para facilitar as exportações, assegurando os lucros do setor cafeeiro.

E se, as boas notícias não chegavam pra amenizar a ansiedade de cada dia, os relatos confiáveis, trazidos de cada embarcação, já autorizavam a certeza de que a borracha perdia valor de mercado e reduzia as esperanças de recuperação, atrofiando os horizontes de quem ali chegara para encontrar a prosperidade sonhada. As oscilações nas exportações de café, no Sul do país, por sua vez, levavam o governo a constantes desvalorizações da moeda e consequente aumento do custo de vida. O ano de 1922, portanto, foi um marco na contestação do regime vigente. O Brasil adentra à modernidade por caminhos tortuosos e conflitantes. 

  Linha do Tempo

   
   
   
   
   
   
   
   
   
    2010

  Links Relacionados

Aqui é o meu lugar.
A Família Baraúna.
As Grandes Secas e a Hevea
A queda abrupta do preço da borracha
Sistema Preventivo Salesiano
A Grande Crise.
Manaus de 1937
Cosme Ferreira e as questões amazônicas.
Anos 30 - O país de costas para a Amazônia.
O Estado Novo e o desenvolvimento fabril.
As formas de contestação à censura da década de 1930.
Lições da Floresta
A História da Associação Comercial do Amazonas - ACA.
A posição do Brasil na Segunda Guerra.
Segunda Guerra Mundial e a Batalha da Borracha
Grandes Pensadores e Empreendedores da Amazônia.
A Criação do INPA
O empresário Moysés Benarrós Israel
A Zona Franca de Manaus
José Ribamar Bentes Siqueira
O nascimento de Petronio Augusto Pinheiro - Uma constelação fulgurante
Quem foi Heitor Dourado
Entrevistados

  Tags

1920 / Borracha / Café / Categoria Amazônia / Debacle Borracha / I Guerra Mundial / Transformações Nacionais /

  
 
® 2012 - 2018 Memorial Petronio Augusto Pinheiro
  |  DESENVOLVIMENTO